Michael Schumacher: “Há 25 anos atrás Schumacher vencia sua 1ª corrida de F-1 em Spa na Chuva, batendo Senna, Mansell e Patrese.”

Por Dan Chandller by Autosprint:

Sábado, 29/08/1992, Ayrton Senna dizia no paddock em Spa-Francorchamps, referindo-se ao retorno de seu grande adversário após o ano sabático:

“Prost não queria correr contra mim em um mesmo carro, ele sabia que seria difícil. E é triste, porque estamos falando de negócios, mas também sobre esporte.”

Dia após correrem no Grande Prêmio da Bélgica , a quinta em um período conturbado para a McLaren que estava atrás da Williams de Nigel Mansell e Riccardo Patrese, em Spa o britânico estava a frente e conseguiu a décima pole da temporada, à frente de Senna, porém o mais surpreendente foi a 2ª fileira onde apareceu o jovem talento Michael Schumacher, que no ano anterior em 1991, conseguiu a façanha de largar em 7º com uma Jordan sem nem conhecer um carro da F-1, nem tendo pilotado em Spa.

Em Magny Cours Schumacher foi severamente repreendido pelo campeão brasileiro Ayrton Senna, furioso por ter sido atrapalhado na primeira curva, Senna muito nervoso apontou para a cara de Schumacher que se conteve e abaixou a cabeça ignorando Ayrton Senna. Entre os dois pilotos houveram outros desacordos, no Brasil o Alemão havia criticado publicamente acusando Senna de ter diminuído o ritmo, e daí se tornou uma luta interna entre os dois pilotos.

 

Em Spa Ayrton Senna levou uma vantagem inicial, mas que logo foi retomada pelos pilotos da Williams. Começou a chover e o ballet dos pit stops deixou muitos pilotos confusos, Senna continuava em um bom stint na esperança de que o asfalto secasse rapidamente, e quando ele decidiu trocar já era tarde demais. Finalmente a pista secou e os primeiros pilotos voltam e colocam os pneus slicks, Schumacher realmente brilhou na escolha, enquanto a Williams hesitou, e a hesitação foi fatal: O jovem piloto Alemão se manteve na liderança e venceu sua primeira corrida da carreira, ficando a frente de Mansell, Patrese, de Brundle e seu companheiro de equipe Ayrton Senna. Michael Schumacher falou:

“Eu não posso descrever minhas emoções, disse Schumacher encharcado de champanhe durante a coletiva de imprensa pós-corrida. Hoje, quando eu estava no meu motorhome senti que podia vencer esta corrida. E eu estou feliz por vencer não porque outros tiveram acidentes ou problemas com o carro, eu ganhei esta corrida sozinho.”

Essa vitória foi a primeira de várias e dos vários títulos vencidos por Michael Schumacher, piloto a qual se tornou o de maior sucesso da História da Fórmula 1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: